quarta-feira, 16 de abril de 2014

Assessoria em Compras para Construção Civil​

O ramo da construção civil tem disponível diversos serviços que podem ser contratados pelas construtoras e incorporadoras. Um desses serviços é a Assessoria em Compras.



A G2 Assessoria em Compras é uma empresa indaialense especializada em assessoria, voltada para execução de atividades de compras, terceirização de departamentos de Suprimentos/Compras e Gestão Empresarial.

Ela é especializada em estruturação das compras de materiais e serviços relacionados à construção civil. É a união do maior numero de compradores, com suas necessidades de aquisição e, com isso, conseguir melhores preços e condições de pagamento.

Assessoramos em:       
·         Compras de materiais para construção ;
·         Abertura de novos fornecedores para engenharia.
·         Negociação direta com os fornecedores  (distribuidores / fabricantes);
·         Cadastro junto aos fornecedores;
·         Gerenciamento da obra e Follow-up da entrega do produto;
·         Contratação de Prestadores de Serviços;

Fornece orçamentos para todo material usado em sua obra:
  • Ferragens ( Vergalhões, arames, pregos)
  • Madeira ( Caixaria, Compensados, Madeirit)
  • Tijolos ( Estruturais e vedação)
  • Concreto Usinado
  • Hidráulica Agua, Esgoto, Agua quente, Hidrante, rede de gás GLP
  • Eletrica (Cabos e fios, mangueiras corrugadas, acabamentos elétricos ( tomadas e interruptores), SPDA para-raios)
  • Cimento, Argamassas ( prontas p/ uso), Cola para assentamento
  • Aditivos, desmoldantes
  • Tintas, Seladores, massa corrida
  • Gesso em Pó, Placas de Gesso
  • Revestimentos cerâmicos, Pisos, Porcelanatos, laminado de Madeira.
  • Bacios sanitários
  • Caixas d’agua
  • EPS p/ Laje
  • Portas Brancas, vernizes.
  • Equipamentos p/ obra
  • Fechamento em Blindex, Alumínio.
  • Corrimão, escadas marinheiro.
Mais informações em http://www.g2compras.com/ ou no telefone (47) 3333-5441.

Sinduscon Blumenau tem novo presidente


Nesta terça-feira (15/4/2014), o Sindicato da Indústria da Construção de Blumenau (Sinduscon) reuniu os associados para a escolha da nova diretoria. Após quatro anos a frente da entidade, o engenheiro Amauri Alberto Buzzi (Piastra Construções) passa o cargo para o também engenheiro Renato Rossmark Schramm (Frechal), eleito com chapa única. 
Schramm, que já foi presidente do Sinduscon de 2000 a 2002, toma posse do cargo no dia 1° de maio. A gestão é de 2014 a 2016. O Serviço Social da Indústria da Construção de Blumenau (Seconci) também terá mudanças na diretoria. A partir de maio, o novo presidente será Amauri Buzzi.

Breve histórico
O Sindicato da Indústria da Construção de Blumenau (Sinduscon) foi reconhecido oficialmente pelo Ministério dos Negócios do Trabalho, Indústria e Comércio como entidade legal no dia 14 de janeiro de 1957.
O Sinduscon representa as empresas das cidades de Blumenau, Gaspar, Indaial, Pomerode, Timbó, Benedito Novo, Ascurra e Rodeio.
No dia 20 de dezembro de 1994 o Sindicato criou oficialmente o Serviço Social da Indústria da Construção (Seconci), entidade responsável pelo atendimento médico e odontológico dos trabalhadores, e pelos serviços de segurança das empresas.

Fonte

domingo, 13 de abril de 2014

Nova Trento entrega segunda torre do Residencial Le Majestic

A Nova Trento Empreendimentos Imobiliários entregou no dia 11/04/2014 a segunda torre do Residencial Le Majestic, localizada na tranquila rua Lazio, no bairro Vila Nova. As duas torres possuem 13 andares com apartamentos de 3 suítes, sendo 2 apartamentos por andar.





Parabéns aos proprietários !

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Tarumã Office - Centro

A Andraus Empreendimentos Imobiliários faz o pré-lançamento em Blumenau do Tarumã Office, edifício comercial com 16 andares a ser construído na rua 7 de setembro, próximo ao Shopping Neumarkt.




O empreendimento:
- Hall social com controle de acesso
- Sala de convenção
- Espaço para cafeteria
- 5 elevadores
- 2 escadas enclausuradas
- Garagens rotativas para clientes
- Estrutura de combate a incêndio
- Monitoramento por câmeras 24hrs 
- Gerador de energia | Parte comum
- Vagas para deficientes | Gestantes | Idosos
- Bicicletário com recarga


Hall de entrada

Sala de convenções

Salas Comerciais
- Salas corporativas
- Sala tipos de 36m² a 785m²
- Infraestrutura para ar condicionado tipo split
- Vidros com tratamento térmico
- Piso elevado

Sugestões de ambientes :


Empresa de viagens

Clínica Médica

Empresa de TI

Escritório Executivo

Empresa de Advocacia

Empresa de publicidade
Belíssimo empreendimento com design da Ágora Arquitetura que marca o início da revitalização do lado esquerdo da rua 7 de setembro próximo ao Hotel Himmelblau. Em breve a maioria dos edifícios antigos e degradados daquela região dará lugar à novos empreendimentos, e podemos citar como exemplos o Centro Comercial Hercílio Deeke e o projeto de um edifício comercial e residencial de 25 andares no local do antigo posto Royal. A exceção ficará com o antigo prédio do INPS. Se o poder público não tem intenção de utilizar ou revitalizar o prédio, que faça um leilão do imóvel.
Todas as imagens aqui mostradas foram retiradas do site da Premium Imóveis, que comercializa o empreendimento, e são ilustrativas. Consulte o memorial descritivo para saber o que compõe o imóvel entregue.
Para informações adicionais, consulte o site da Premium Imóveis ou no telefone (47) 3322-7233.

Obras da Passarela da Barra seguem a todo vapor



O andamento das obras do mais novo atrativo turístico de Balneário Camboriú está a todo vapor e quem passa pela Passarela da Barra já consegue perceber que a estrutura ganha forma. Cerca de 50 funcionários trabalham divididos entre a montagem estrutural da cobertura e os acabamentos internos das torres.  A previsão é de que no dia 22 de abril as equipes iniciem o acabamento externo e trabalhos estéticos da estrutura, se aproximando da reta final da obra.

O engenheiro e presidente da Companhia de Desenvolvimento e Urbanização (Compur) de Balneário Camboriú, Niênio Gontijo, explica que o último módulo da Passarela, a estrutura de número 15, foi içada na última quinta-feira (3) e desde então as equipes deram continuidade às outras atividades, sendo a maioria de trabalhos exclusivamente manuais. "Graças ao bom tempo, neste ano de 2014 estamos conseguindo trabalhar seguindo exatamente o cronograma de ações. As expectativas são grandes para que a obra seja entregue pronta para a comunidade o quanto antes",salienta.

A Passarela
Foram 15 módulos içados simultaneamente um a um em cada margem do Rio Camboriú a 25 metros de altura, sendo que cada estrutura possui em média 23,5 toneladas. Completaram-se assim os 189,6 metros de comprimento por 11 de largura da Passarela. Depois de içados, cada módulo passou por um processo de solda e fase de testes. Após a comprovação de resistência, os mesmos receberem as pré-lages, finalizando assim o processo.

A estrutura geral da Passarela oferece dois espaços em suas extremidades que, possivelmente, funcionarão como restaurantes panorâmicos. O acesso para o alto das torres será possibilitado por meio de quatro elevadores, dois em cada margem do rio, sendo um em cada torre, com capacidade para 22 pessoas cada.

O tráfego
A Passarela foi construída dentro do padrão mínimo de altura necessário para o tráfego de embarcações, 25 metros. Por esse motivo, também devido a grande demanda de pedestres e questões da engenharia, o município optou pela construção de uma passarela. Segundo Gontijo, dentro dos padrões estruturais da engenharia, seria inviável a construção de um viaduto no local. "Para construção de um viaduto com cerca de 25 metros de altura, são necessárias rampas de acesso com no mínimo 8% dessa elevação. Foram realizados estudos de tráfego, mercado e público e não constatamos essa necessidade. Mesmo se realizada, a obra sairia em média três ou quatro vezes mais cara", enfatiza o engenheiro, citando também que seria necessário uma intervenção muito grande no trânsito local. O prefeito Edson Renato Dias, Piriquito, salienta que já existem outros projetos de acesso ao bairro como a construção da nova Marginal, o elevado do Nova Esperança e o viaduto da Santur.

Quais os benefícios dessa obra?
O prefeito Edson Piriquito ressalta que a Passarela da Barra foi construída dentro dos mais altos padrões de qualidade e que a mesma será o novo cartão postal da cidade. "Além de se tratar de um ponto turístico a estrutura irá facilitar a transição de pedestres, moradores e visitantes, entre o Bairro da Barra e a Barra Sul. Nosso intuito é o de dar continuidade ao conceito de humanização de Balneário Camboriú como um todo", afirma.

O engenheiro Niênio Gontijo, destaca que trabalha há 43 anos na área da construção civil e, com todos esses anos de experiência, nunca havia visto uma obra municipal de grande porte como esta. "O prefeito Piriquito sempre exigiu três quesitos importantes: qualidade, segurança e padrões de engenharia peculiares. Por isso, trabalhamos para entregar o melhor para comunidade e é isso que ela pode esperar", frisa.

Fonte: Prefeitura de BC

Dá gosto de ver as obras em BC. Enquanto Blumenau patina no lugar, sequer consegue projetar uma ponte decente, BC dá exemplo de crescimento em infraestrutura e turismo. A cidade assume a vanguarda em projetos e não se inibe em assumir sua liderança cosmopolita no estado. Pensam grande e não se envergonham disso.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Andamento das obras dos 3 edifícios mais altos de Blumenau - 06/04/2014

Segue abaixo o andamento das obras dos futuros 3 edifícios mais altos de Blumenau em imagens captadas por mim em 06/04/2014 :

Residencial Dr. Hermann Blumenau - Victor Konder - 124 metros de altura - 35 andares - Construtora Nova Trento : está no 16º andar da estrutura.



Condomínio Residencial Grand Trianon - Ponta Aguda - 122 metros de altura - 35 andares (2 subsolos) - Construtora Planolar : os dois subsolos já foram feitos e agora está no 3º andar da estrutura sobre o solo. Reparem no imenso pé-direito do pavimento térreo.



Ibiza Trade & Financial Center - Velha - 94 metros de altura - 26 andares - Torresani Empreend. Imobiliários : obra está no 9° andar da estrutura.



sexta-feira, 4 de abril de 2014

Prolongamento da Humberto de Campos tem início

Futuro vetor de verticalização em Blumenau.
Foto: Eraldo Schnaider
A manhã desta quinta-feira, dia 3/4/2014, foi marcada pela assinatura da ordem de serviço para o início das obras de construção do prolongamento da rua Humberto de Campos, no bairro da Velha. A obra é uma reivindicação antiga da comunidade, e a cerimônia foi realizada no final da via, esquina com a rua Marechal Deodoro, às 10h. Além de representantes da comunidade local, participaram da solenidade o prefeito Napoleão Bernardes, o vice-prefeito Jovino Cardoso, líder do governo na Câmara de Vereadores, Marco Antônio Wanrowsky, além do secretário de Desenvolvimento Regional de Blumenau, César Botelho, representando o governador do Estado, Raimundo Colombo.

O prefeito Napoleão Bernardes destacou o empenho de toda a equipe da Prefeitura de Blumenau que contribuiu para tornar realidade a construção do prolongamento de Humberto de Campos. O chefe do Executivo reforçou também que a obra representa um divisor de águas no município, que vai interferir positivamente na mobilidade urbana e que os trabalhos serão feitos seguindo os mais rigorosos padrões atuais de construção. “O município será contemplado com uma obra que vai ser realizada com os mais avançados padrões de engenharia. A Prefeitura e também a comunidade serão os fiscalizadores durante estes dois anos de trabalho”, disse.


Foto: Eraldo Schnaider
Com o prolongamento da Humberto de Campos, Blumenau comemora a primeira obra com financiamento internacional da história da cidade. Através dos recursos de R$ 31,8 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), as obras compreendem a construção do prolongamento da via até a General Osório, na confluência com as ruas Tóquio e Joaquim Nabuco. Em toda a extensão da rua, os motoristas serão contemplados com um gabarito de 22 metros dedicados à pista de rolamento (tráfego de veículos).

Serão três metros de largura para passeio exclusivo a pedestres, dois metros de largura para o canteiro central (alguns trechos terão muro de proteção) e construção de ciclovia em toda a extensão da via para os ciclistas com largura de dois metros. Para permitir um fluxo constante na Humberto de Campos, o projeto contempla o prolongamento da via com três faixas por sentido, duas para os veículos e outra para o transporte coletivo.


Foto: Eraldo Schnaider
Obras
A ampliação dos dois quilômetros da rua Humberto de Campos será feito em duas etapas distintas. A primeira, no trecho desde a Marechal Deodoro até a rua Gustavo Budag. A segunda, no trecho desde a Gustavo Budag até a General Osório. Além disso, para este primeiro trecho, a Prefeitura vai concentrar as obras em três percursos: iniciando na Marechal Deodoro até a rua Londrina, na seqüência até à rua Antônio Hafner e por fim até à General Osório. 

Assessor de Comunicação: Joni César
Fonte 

Dois anos ! Será que vão conseguir com todas as desapropriações que ainda faltam ser feitas ? Espero que sim. Com esse prolongamento a verticalização da região crescerá ainda mais, tornando o início do bairro da Velha quase um bairro Victor Konder em termos de ocupação.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Barragem de Botuverá garantirá água potável e energia elétrica ao Vale do Itajaí

Foto: Artur Moser
O anteprojeto da barragem de Botuverá foi apresentado nesta quarta-feira (02/04/2014) a moradores, autoridades e imprensa em Brusque pela Secretaria de Defesa Civil do Estado. O investimento da estrutura de médio porte será de R$ 95 milhões, provenientes de empréstimo do Banco do Brasil. O objetivo da barragem é conter cerca de 15,7 milhões de metros cúbicos de água no Rio Itajaí-Mirim, atrasando a chegada da água em Brusque e Itajaí e minimizando os riscos de enchentes.

Além disso, estrutura terá a função de abastecimento de água potável para animal e humano até 2041 para as cidades de Botuverá, Brusque, Itajaí e Balneário Camboriú, e também produzira energia elétrica para famílias do Vale do Itajaí.

A barragem faz parte do projeto que começou com os estudo da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (Jica) em 2009. Além da barragem de médio porte de Botuverá, outras oito estrutras de contenção estão previstas: uma em Mirim Doce, uma em Braço do Trombudo, uma em Petrolândia, uma em Taió, duas em Pouso Redondo e duas em Trombudo Central.

O prazo para conclusão da estrutura é de 30 meses, isto é, até o fim de 2016 a estrutura deve estar pronta para operar. 

Programação de execução
Engenharia: até março de 2014
Licenciamento ambiental: até dezembro de 2014
Execução obra: do início 2014 até o fim de 2016.

As outras barragens que serão construídas no Vale do Itajaí:


Fonte

sexta-feira, 28 de março de 2014

Pedra Branca entrega primeiro prédio comercial com pré-certificação LEED em SC


O primeiro empreendimento comercial de Santa Catarina a obter a pré-certificação LEED, reconhecimento internacional de sustentabilidade, será entregue neste sábado, em Palhoça. O Office Green é uma das fachadas preponderantes da praça central da Pedra Branca, no coração do bairro. Com a entrega do empreendimento serão concluídas a documentações que para a certificação final, que deverá ocorrer no segundo semestre de 2014.

O LEED é um sistema de certificação voluntário de edifícios verdes, promovido pelo U.S Green Building Council (USGBC), reconhecido internacionalmente em mais de 140 países e que incentiva a implantação de estratégias de alta performance ambiental e eficiência energética de projetos e construções de edifícios verdes. No caso do Office Green, a categoria obtida é a Core & Shell v3, nível prata, na avaliação do Green Building Certification Institute (GBCI).

A Certificação LEED® for CORE & SHELL fornece uma validação independente de terceira parte, garantindo que um empreendimento foi projetado e construído utilizando estratégias destinadas a alcançar alto desempenho em requisitos pré-definidos relacionados à saúde humana, preservação ambiental e uso racional dos recursos naturais. (texto Palavra Comunicação).

O que levou à certificação:

- Bicicletário e vestiários para os visitantes;
- Comissionamento das instalações e sistemas prediais, garantindo a entrega dos sistemas em funcionamento adequado e com a performance verificada antes da ocupação.
- Economia de mais de 35% de água potável, com vasos de duplo fluxo e torneiras economizadoras;
- Sistema de irrigação com água de reuso;
- Central de armazenamento e separação de resíduos para reciclagem na fase de operação;
- Economia de 14% de energia anual por meio de sistemas de ar condicionado de alta perfomance e filtragem mais restritiva, proporcionando maior qualidade do ar interno, iluminação eficiente e vidros de alto desempenho e controle solar;
- Produtos (adesivos, colas e pinturas) com baixo índice de Compostos Orgânicos Voláteis, atendendo aos padrões da legislação da Califórnia, onde a legislação ambiental é a mais rigorosa dos Estados Unidos;
- Uso de madeiras certificadas pelo FSC (Conselho Internacional de Manejo Florestal);
- Sistema de automação e controle predial, permitindo a medição e verificação online do consumo de água e energia do empreendimento.



Fonte

O bairro da Pedra Branca é um dos primeiros bairros totalmente planejados de Santa Catarina. O projeto é grandioso e está a pleno vapor na cidade de Palhoça, região metropolitana de Florianópolis. Algumas perspectivas e imagens atuais :

Perspectiva do bairro Pedra Branca em Palhoça




E também um vídeo de divulgação da Cidade Pedra Branca no YouTube :